E 5 anos atrás eu me tornava o menino do HTML...

Parece que foi ontem, mas faz 5 anos que oficialmente escrevi a primeira linha de código e dava meus primeiros passos em uma profissão que se quer existia.. ou existia?

Essa história começou um pouco antes...

Na verdade essa história começou um pouquinho antes... já "brincava" com HTML e CSS desde 2002/2003 (tinha entre 12 e 13 anos). O meu tio assinava uma revista daquelas que enviava um CD todo mês, e além daqueles saudosos 5-mil-templates-prontos-para-usar, elas tinham uma parte com tutoriais que "ensinavam a construir seu próprio website", e lembro de passar tardes e mais tardes tentando desenvolver um site de "Emuladores e Roms" que nunca foi para o ar.

Realmente me divertia "desenvolvendo" e colocando aquele marquee maneiro (alias, sabiam que o marquee ainda existe e pode ser útil em alguns casos?). Mas jamais imaginei que essa seria minha profissão um dia (afinal eu sempre pensava em profissão como algo chato e nada divertido :p... obrigado CSS e JavaScript...).

Fiz faculdade (ou curso, sei lá) de Comunicação Web e entre as matérias tinha HTML e CSS, e mais ou menos nesse período (meados de 2007) fiz um projetinho para treinar e que de forma inacreditável ainda tenho salvo, desconsiderando o layout de péssimo gosto, observem que tentei fazer algo "responsivo" (já visando os novos tempos... só que não :p).

Então comecei de verdade...

Apesar desse interesse por Desenvolvimento Web desde pequeno, o mais curioso é que literalmente virei desenvolvedor quase por acaso.

Acabei começando esse curso (que era técnologo) aos 16 anos, então terminei aos 18 anos. Como estava naquela idade de reservista, tive dificuldade para arrumar estágios nessa época. Então quando conclui o curso, não tinha nenhuma experiência e nem acervo técnico que me ajudassem a iniciar em alguma área.

Estava totalmente perdido e sem saber o que estudar ou para qual área seguir. Sendo assim levei quase 6 meses para conseguir a primeira oportunidade, e então ela chegou quando eu menos esperava...

Primeira oportunidade como desenvolvedor :)

Esse e-mail foi enviado pelo Eduardo Afonso e posso dizer que foi oficialmente meu inicio como desenvolvedor.

O presente :)

Em 2009 sequer tinha escutado falar no termo "Front-End", era um mercado realmente novo e ainda imaturo. HTML e CSS ainda eram vistos como "coisa de criança" e questões cada vez mais importantes atualmente, como acessibilidade ou escalabilidade, eram coisas que ainda tentavam engatinhar.

Nesses 5 anos tive o prazer de ver o termo "Desenvolvedor Front-End" ganhar força e em seguida conquistar um papel importante no mercado web, e agora acredito que estamos em um momento cada vez mais maduro e com perspectivas interessantes para o futuro.

Pode não parecer muita coisa, mas 5 anos é metade de uma década (bela constatação heim? :p), e acredito que seja um momento de comemoração e reflexão. Tive a sorte de sempre ter profissionais de extrema qualidade do meu lado, e isso sem dúvidas facilitou muito minha evolução. Alias, fica aqui um grande abraço para todos que trabalharam comigo nesse período, não vou citar nomes para não cometer injustiças :D.

Ahhh o futuro...

E falando em futuro... hoje temos nosso tripé mágico: HTML, CSS e JavaScript, mas será que essas linguagens serão tão importantes daqui 15 anos, ou melhor, será que elas ainda vão existir?

O Flash era "o cara", até que perdeu mercado a ponto de estar quase obsoleto hoje em dia. Será que todos os "Desenvolvedores Flash" da época se mataram? Começaram uma faculdade de filosofia para buscar outro sentido para a vida? Estão morando nas ruas?

O mais provável é que os BONS profissionais ao invés ficarem chorando e fazendo bico contra as novidades, simplesmente se adaptaram e usaram toda a experiência que já tinham como diferencial na hora de aprender novas habilidades.

Por isso acredito que apesar de toda a importância de um acervo técnico atualizado, a nossa profissão acontece no campo das ideias e o maior diferencial que podemos ter é: em como podemos nos reinventar e nos adaptar a novas linguagens e ferramentas.

Conclusão

De qualquer forma, tempo de experiência não é algo que por si só consolida alguém como bom profissional. Acredito que o empenho e atualização deve ser constante desde o início ou fatalmente acontece uma involução. Pois ao contrário de outras profissões, não acho que desenvolvedores fiquem simplesmente estagnados, eles realmente podem piorar com o passar dos anos caso não exista um interesse constante.

As dicas que posso dar para quem está começando é: ESTUDE e NÃO SE ABALE COM A PRESSÃO. Se você realmente gosta e tem aptidão para o que faz, as coisas vão acontecer da forma mais natural possível. Você vai errar no começo e vai continuar errando a vida toda, mas esses erros te darão suporte para desenvolver projetos cada vez mais legais.

E que venham os próximos 5 anos ;). Sucesso para todos!